quinta-feira, dezembro 30, 2010

O académico.(sem desprimor dos valorosos académicos; apenas uma chalaça para animar o fim de ano!)

O primeiro académico que encontrei pareceu-me muito magro. Tinha a cara e as mãos cobertas de porcaria, a barba e os cabelos compridos, e o fato e a camisola da mesma cor da pele. Havia oito anos que estudava um projecto curioso, e que, segundo disse, consistia em juntar os raios de sol para os engarrafar nuns frascos rolhados hermeticamente, de forma que pudessem servir para aquecer o ar quando os estios fossem poucos quentes. Disse-me que, no prazo de oito anos, estaria habilitado a fornecer, aos jardins dos homens de finança, raios de sol por preços razoáveis. Queixou-se do pouco dinheiro que possuía e pediu-me que lhe desse alguma coisinha para ajudar.

Jonathan Swift As viagens de Gulliver, p.176, Portugália, Lx, s.d

BOM ANO DE 2011 PARA TODOS OS QUE POR AQUI PASSAM!!

4 comentários:

Anônimo disse...

pra vc tambem carlos

hugo dias perpetuo

Vinícius Cortez disse...

Querer guardar o sol numa garrafa é certamente melhor do que se perguntar qual o sexo dos anjos. Só é uma ideia que eu esperaria ver na carta ao Pai Noel de uma criancinha!

Já sentia falta dos textos daqui. Feliz ano novo e abundante 2011!

Francisco disse...

Gostaria de perguntar à professora Helena Serrão (ou ao Professor Carlos) se os valores religiosos se incluem nos valores espirituais.
Cumprimentos,
Francisco Botelho

Carlos Marques e Helena Serrão disse...

Vinicius Cortez: sim, para as crianças não há impossíveis. Obrigada e Bom ano!

Francisco: Os valores religiosos são valores espirituais, visto que são desejos que têm como fim a satisfação de uma necessidade espiritual; por exemplo a Fé, não temos Fé para satisfazer um desejo do corpo, porque com a Fé não nos tornarmos mais saudáveis ou fortes mas para satisfazer um desejo de infinito ou de harmonia que corresponde a um desejo do espírito.
Helena Serrão