quarta-feira, julho 04, 2007

A Filosofia e os factos

Fotografia: Catarina Carvalho

"O poder da filosofia consiste numa suspeita corporativa em relação aos factos, que umas vezes adopta a forma de desconfiança face ao meramente dado e outras dá origem a uma irada rebeldia. Em nenhum dos casos o facto deixa de ser 'uma bela e insidiosa palavra', segundo a acertada definição de Heidegger, porque os factos não têm a razão do seu lado, apesar de terem a assistência de maiorias triunfantes e milhares de vezes avalizados por costumes históricos. Devemos à filosofia - a essa impenitente desconfiança perante os factos - a manutenção de uma obstinação contra o fáctico, debaixo da qual se esconde sempre uma forma de pertinaz sensatez. A filosofia é rebeldia quando não se resigna a ser mera expressão do seu tempo, quando prefere ser evocação a ser reflexo e goza mais da vizinhança da literatura que da companhia fatal das ciências exactas."

Daniel Innerarity, A Filosofia como uma das Belas Artes

Nenhum comentário: